A estética corporal

estética, no sentido visual da palavra, é um termo empregado a algo que é ou pretende-se tornar belo. E é daí que o termo é amplamente utilizado em tratamentos para o bem-estar que, por sua vez, acabam acarretando em benefícios visuais ao corpo.

Para que algo seja considerado bonito, precisa existir uma formação de senso comum que isto ou aquilo é “bonito”. Sendo assim, é importante entender que o mundo da estética como tratamento de bem-estar está intimamente ligado a outra estética, aquela que enche os olhos de todos. Sendo assim, é importante ter em mente os fatores que formam isso no imaginário social.

A FORMAÇÃO DO PADRÃO ESTÉTICO

 

 auto-estima

A formação deste padrão estético corporal advém de uma construção histórica e social. Atualmente, este padrão vem ajudando a fortalecer cada vez mais os preceitos da medicina estética. Revistas especializadas, academias de ginástica e musculação, equipamentos para atividade física, uma mídia que promove programas de televisão com dicas de beleza, de novos tratamentos estéticos, de novas descobertas científicas sobre assunto corpo; tudo isso influencia para que haja uma busca cada vez maior por tratamentos de estética corporal.

Por um lado há quem não goste desse fenômeno, porém, o que não se pode negar é que essa nova onda vem trazendo consigo uma população mais saudável e preocupada com seu bem-estar, consequentemente, surgem inúmeras oportunidades para profissionais que atendem à demanda gerada nessa área. Sendo esse um mercado em constante expansão e favorável a quem queira uma nova profissão.

O PADRÃO ESTÉTICO PARA O CORPO

estetica-corporal

A estética corporal está marcada pelas roupas e pelo culto ao corpo. Nos anos 20, por exemplo, a mulher aparece fumando e dançando, com cabelo liso, curto e com franjas acima das sobrancelhas, roupas folgadas e meias de seda. Inicia-se, nessa época, a construção de um novo físico ideal a fim de interromper formato corporal arredondado e volumoso que era modelo estético predominante e considerado saudável.

Por volta de 1930, os modelos clássicos com ideias grego-romanas e renascentistas ganham a hegemonia no mundo da moda. Já nas décadas de 1940 e 1950, por consequência da Segunda Guerra Mundial, há racionamento de roupas e a valorização do aproveitamento de peças usadas. E, em 1960 e 1970, surgem os movimentos hippie e punk, que manifestavam seu antagonismo ao consumo.

Atualmente, não existe apenas um padrão estético “aceito” pelas pessoas, mas sim vários, onde há um maior respeito pela diversidade de biótipos, curvas e estilos. Sendo assim, o que vem se fortalecendo atualmente é do pensamento saudável, que alia práticas saudáveis com o bem-estar, isto gera uma saúde mais completa para o organismo. Sendo isso um dos principais aspectos que alavancam o mercado da beleza e bem-estar nacional.

A ESTÉTICA CORPORAL

banner_depilacao-ba9ba0a68dadd5bbd8cb5746bac9496e1431826014

A quantidade de fatores expostas anteriormente faz com que tenhamos um patamar de quão sólida é a construção do mercado de beleza e bem-estar. Com isso, é valido que se destaque, especificamente falando, a estética corporal. Ela é um dos ramos da estética, enquanto tratamento, que visa sempre à perfeita harmonia da saúde plena do corpo aliado a um bem-estar interno.

Visto que a estética corporal tem sido cada vez mais procurada por homens e mulheres, em busca de um corpo perfeito, bem-estar e consequentemente qualidade de vida. Podemos encontrar nessa área elementos como as massagens, os tratamentos com base no contato das mãos ao corpo, entre outras técnicas que visam maior qualidade de vida.

Isso faz com que haja uma continua busca por profissionais que desempenhem seu trabalho nessa área. Por isso, pode ser um excelente nicho a investir com aprendizado.

CURSO DE ESTÉTICA CORPORAL EM CURITIBA

A escola SEDUC é voltada para a educação e a formação de mão de obra qualificada. Mais informações: (41) 3229-0200 | 3247-1893 ou pelo www.seduc.com.br.

No Comments Yet.

Leave a comment